25/09/2020 Salvador26°C

10 bandas da Bahia para ouvir bem alto no Dia Mundial do Rock!

Não deixa nada para depois, não deixe o tempo passar... e confira essas super bandas de rock baianas

Essa sexta-feira 13 é uma data especial. Mas não pelos diversos filmes de terror e superstições acerca desta data, conhecida popularmente como ”o dia do azar”, longe disso. Hoje, sexta-feira 13 de Julho é comemorado o Dia Mundial do Rock! É celebrado anualmente e foi escolhido em homenagem ao Live Aid, um mega evento que aconteceu em 1985 nesse mesmo dia. A celebração é uma referência a um desejo expressado por Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o “dia mundial do rock”. O Live Aid também ficou conhecido por contar com participações de grandes artistas do gênero como Queen, Mick Jagger, Keith Richards, Ronnie Wood, Elton John, Paul McCartney, David Bowie, U2 e outros.

Como é um gênero mundialmente conhecido, o Rock também chegou ao Brasil. E o cenário do Rock soteropolitano deu seus primeiros passos, em meados dos anos 60 quando Raul Seixas montou sua primeira banda ”Raulzito e Os Panteras” que se tornaria um ícone do rock nacional. Aqui não tem ou teve só axé e, por isso, selecionamos para vocês bandas da Bahia para você curtir bem alto e bater bastante a cabeça em uma rodinha de hardcore por aí. \m/

 

01 – Raul Seixas

Como já citado acima, não podíamos começar essa lista sem ele: o maluco beleza da Bahia. Um dos cantores de Rock mais influentes do país, Raul Seixas nasceu em Salvador em 1945 e sua paixão pelo música teve início da década de 60. Sua obra musical é composta por 17 discos lançados em seus 26 anos de carreira. Raul Seixas adquiriu um estilo musical que o creditou de “contestador e místico”, e isso se deve aos ideais que vindicou, como a ”Sociedade Alternativa” apresentada em Gita (1974), se tornando uma icônica frase entre os admiradores do gênero.

 

2 – Novos Baianos

Uma banda bastante influente no cenário alternativo, os Novos Baianos marcaram a música popular brasileira e até o rock brasileiro dos anos 70, utilizando-se de vários ritmos musicais brasileiros que vão de samba, bossa nova e rock n’ roll. Foi responsável por deslanchar a carreira de Baby Consuelo, hoje conhecida como Baby do Brasil. O auge da banda foi entre os anos de 1969 a 1979, e desde 2016 eles voltaram a fazer shows pelo país, inclusive com uma apresentação notória do Rock in Rio em 2015. Recentemente um projeto intitulado “Nossos Baianos” reuniu artistas baianos para tocar músicas do mítico grupo dos anos 70.

 

3 – Camisa de Vênus

A banda foi formada em 1980 quando Marcelo Nova, que trabalhava na rádio Aratu em Salvador, conheceu Robério Santana, que trabalhava na TV Aratu. Com o gosto musical em comum, a banda foi fundada em 1980 e encontra-se em atividade até hoje. Fez grande sucesso no cenário brasileiro daquela década, sendo uma banda tida como mais “suja” do que as outras pelo seu nome (na época era muito utilizado como sinônimo de preservativo) e pelos palavrões nas letras.

 

4 – Pitty

Talvez uma das mais conhecidas atualmente, Priscilla Novaes Leone nasceu em Salvador em 1977. Considerada uma das maiores representantes do rock brasileiro contemporâneo e uma grande potência do rock dominando toda a cena há mais de 10 anos. Já passou por duas bandas antigas, Inkoma e Shes, e em 2003, com a nova banda (Pitty), a cantora adotou definitivamente seu nome artístico. Vendeu mais de quinze milhões de cópias na carreira, sendo uma das bandas de rock que mais venderam nos anos 2000.

 

5 – Canto dos Malditos na Terra do Nunca

Abreviado como CMTN, é uma banda brasileira de rock conhecida pela grave voz de sua vocalista Andrea Martins e pelas canções, combinando letras poéticas e guitarras pesadas. O primeiro álbum foi lançado em 2006 e atingiu o sucesso rápido em todo país. Quando a banda foi fundada, o objetivo era se estabelecer em São Paulo. Depois que a banda também atingiu sucesso notório por lá, a inviabilidade da ida para a capital paulista acabou por encerrar as atividades da banda em 2007. Porém, para a alegria dos fãs, em 2015 eles retornaram às atividades e lançaram o álbum ”Travessia” em 2017.

 

6 – Maglore

É uma banda de rock alternativo formada em meados de 2009 em Salvador por Teago Oliveira (voz e guitarras) e Felipe Dieder (bateria), contando com Nery Leal no contrabaixo e Lelão nos sintetizadores e na guitarra. Já de imediato a banda ficou nacionalmente conhecida e recebeu a indicação ao Prêmio da Música Brasileira de 2012 devido ao CD Veroz de 2011, primeiro álbum da banda.

 

7 – Vivendo do Ócio

É uma banda brasileira de rock formada em 2006 pelo guitarrista e vocalista Jajá Cardoso, com o baixista Luca Bori, em seguida houve a inclusão do guitarrista Davide Bori (irmão de Luca) e o atual baterista Dieguito Reis. O grupo vem sendo uma das principais bandas do cenário do rock brasileiro contemporâneo, participando dos principais festivais do Brasil. Já venceram grandes prêmios da música e possuem três álbuns de estúdio lançados.

 

8 – RUBRA

Nascida em Salvador a Rubra surgiu em 2010 e desde então vem se destacando no cenário independente do Brasil. Composta por Amanda Torres (Vocal/Guitarra), Éverton Torres (Guitarra), Tom Siqueira (Baixo) e Vini Barros (Bateria), a banda já coleciona shows pelo interior da Bahia e por capitais a exemplo de Brasília, São Paulo, Salvador e Aracaju.

 

9 – Aphorism

Essa dica é para quem gosta de um som bem pesado. Com notas e melodias destoantes, densas e caóticas surge a estrutura musical do Aphorism. Uma banda complexa, mas ao mesmo tempo direta; sarcástica e na grande maioria das vezes autodestrutiva. As músicas oscilam e se misturam entre death e black metal.

 

10 – Cascadura

Anteriormente chamada de “Dr. Cascadura”, foi uma banda de rock formada em 1992 em Salvador. Foi fundada por Fábio Cascadura, vocalista e guitarrista da banda. Fábio é também o compositor de todas as canções da banda, algumas delas em parceria com outros músicos. A banda já fez diversas participações em eventos de grande importância, como a versão brasileira do Lollapalooza,reúne cinco álbuns lançados, documentários na internet e o DVD Efeito Bogary, um documentário-musical pioneiro no cenário do rock independente baiano. A banda anunciou o encerramento de suas atividades em 2015 e em janeiro do presente ano fez um show de 25 anos no Pelourinho.

 

Bônus: Tom Zé

Não podemos esquecer desse baiano tão notório do Rock e da MPB no Brasil. Tom Zé nasceu em Irará no interior da Bahia, e é considerado uma das figuras mais originais da música popular brasileira, tendo participado ativamente do movimento musical conhecido como Tropicália nos anos 1960 e se tornado uma voz alternativa influente no cenário musical do país.

00

Thaís Muniz

Goianiense de sangue e baiana de coração. Sempre foi apaixonada por Salvador e sua cultura única, onde pulou muitos carnavais. Jornalista e leitora assídua, busca usar o jornalismo em prol do entretenimento e cultura. E nas horas vagas arrisca em escrever algumas histórias.


Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + vinte =


Sobre o Nosso Auê

Somos um novo portal que tem como objetivo compartilhar a cidade de Salvador, mostrar novos lugares, desbravar inúmeros cantinhos e sobretudo, conectar histórias! A vida lá fora é mágica e nós vamos desfrutar a nossa cidade junto com você, vamos fazer o Nosso Auê!


WhatsApp: (71) 98836-3724

contato@nossoaue.com

Rua Fernando José Guimarães Rocha, 35, Imbuí. Salvador – Bahia

© Copyright Nosso Auê 2020. Todos os direitos reservados