24/11/2020 Salvador26°C

Entrevista: Maili Santos conta história de superação e empreendedorismo

Conversamos com a Maili Santos, maquiadora ,negra e cadeirante, com uma história inspiradora e projetos incríveis.

Em tempos de extremismos exacerbados, as minorias lutam por espaço, representatividade e felicidade. Maili Santos é negra, cadeirante, mulher, maquiadora a frente do Studio Móvel e nos conta um pouco sobre sua história e como sua batalha tem alçado voos maiores e inspirado pessoas. Confira abaixo a entrevista:

1- Como surgiu o Studio Móvel?

MS: Há 3 anos quando gravei para o programa Hora do Faro. Além de um pequeno espaço montado em minha casa, ganhei a logo com o nome Studio Maili Santos, depois chegamos a uma conclusão de que minha cadeira deveria ser mencionada de forma com que não fosse usado o simbolo tradicional de cadeirante utilizado em alguns pontos com acesso, e dai surgiu a ideia de incluir o Móvel para trazer mobilidade para a marca, já que mesmo com todo cuidado que foi feito o espaço, ninguém vinha até mim, sendo sempre  eu que me desloquei até a cliente.

2- Como foi o processo de escolha para inserção na Vale do Dendê?

MS: Quando foi lançado o edital orei como sempre faço, junto a minha família, pois acredito que a fé independente de religião move montanhas. Depois eu e meu esposo sentamos em frente ao computador e seguimos preenchendo tudo que era pedido. Foram dias sem dormir direito até o resultado. Estávamos dentre 107 empresas inscritas, poderíamos e queríamos estar entre as 30, e no dia que o resultado saiu um amigo me marcou nas redes sociais nos dando os parabéns. Quando eu vi chorei de alegria, ali eu sabia que era apenas o começo de uma longa jornada.

3- Quais os projetos relacionados a eles (Vale do Dendê) que foram feitos e os que serão realizados ao longo do ano?

MS: Participamos do ciclo de pré aceleração, onde recebemos facilitações pontuais em relação ao empreendedorismo. Estamos agora no processo de aceleração de fato, onde estamos recebendo mentoria, consultoria especializada para o nosso negócio. Além disso estamos junto ao Vale no processo de atividades no espaço de inovação e criatividade dentro do Shopping da Bahia. Nesse espaço podemos realizar cursos, workshops, palestras, bate papo e até coworking até dezembro desse ano.

4- Quais as dificuldades encontradas no mercado?

MS: Acredito que uma das dificuldades encontradas é ter locais acessíveis e pessoas mais conscientes respeitando nossos direitos, depois é encontrar os mecanismos para fazer com que os clientes e empresas sejam parte essencial da realização do meu sonho, fazer com que eles acreditem no meu potencial profissional independe da minha condição física. Outra dificuldade é a unidade entre os profissionais da área, ainda somos dispersos e competitivos, o compartilhamento de informação é bem restrito a pequenos grupos e isso na minha visão é prejudicial para o todo.

5- Qual o público alvo e qual a importância da representatividade na figura da Maili como mulher negra e cadeirante? 

MS: Nosso público alvo principal são mulheres, jovens, em sua grande maioria a juventude negra da periferia e pessoas com deficiência. Esse público em especial está carente de profissionais que realmente entendam suas dores enquanto consumidores. Um dos meus propósitos com a Studio Móvel é mostrar que não somos uma minoria, somos uma maioria minorizada, então no momento que me exponho como uma maquiadora cadeirante e me mostro capaz de realizações me torno uma referência.

6- Há casos de pessoas que já se sentiram inspiradas no trabalho de vocês?

MS: Vários casos, mas teve um em especial que me deixou muito feliz. Duas seguidoras minhas também cadeirantes tomaram coragem para se tornar maquiadoras após verem que eu havia conseguido. Eu sempre acompanho as duas e o seu desenvolvimento. Me emociona muito saber disso.

7- Qual o diferencial do Studio Móvel em relação às maquiagens tradicionais encontradas no mercado?

MS: Há um estigma com o mundo da maquiagem. A maquiagem sempre está ligada ao glamour, ao luxo, e a Studio Móvel vem nesse viés de desmistificar isso. Muitos maquiadores vendem a proposta de que a maquiagem de qualidade só é feita com produtos caros, que muitas meninas, em sua maioria negras e periféricas, não têm condições de pagar. Viemos na ideia também de amplificar as vozes de mulheres que fundaram empresas de produtos de maquiagem exclusiva para pele negra com um valor acessível para dar poder de compra e consumo a essas meninas e mulheres que a cada dia s se tornam mais empoderadas. A verdade é que maquiagem de qualidade é 30% o produto e 70% o conhecimento.
8- Além da especialidade de maquiagem, há outros tipos de serviços oferecidos? Se não, pretendem expandi-los?

MS: Sim. Atualmente prestamos os serviços de consultoria de maquiagem, cursos de automaquiagem, workshops e oficinas de beleza. E pretendemos expandir os serviços com cursos profissionais de maquiagem e palestras voltadas para a área da beleza.
9 – Qual o trabalho do Edilton Lopes a frente do Studio? E das outras pessoas diretamente (caso existam).

EL: Eu sou o Gerente Geral da Studio Móvel. Respondo pelos resultados, estabeleço objetivos e metas e oriento as ações estratégicas da empresa. Temos alguns colaboradores diretos e indiretos que nos ajudam em vários processos, mas ainda nenhuma parceria formal.
Foto: Maili e Edilton
10 – Para finalizar, qual a mensagem que a Maili deseja passar às pessoas?

MS: Nunca desistam! As dificuldades estão aí para serem vencidas e pra isso é necessário ter coragem. Se eu deixasse as escadas, as ruas ou lugares inacessíveis me vencerem, estaria em casa invisível pela sociedade. Posso não ter os movimentos das pernas, mas tenho asas no coração pra voar para onde eu quiser.

Carlos Sena

Sou Soteropolitano, Relações Públicas de formação, Político de opinião, Cervejeiro apaixonado por futebol e Pimenteiro como bom Baiano.


Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =


Sobre o Nosso Auê

Somos um novo portal que tem como objetivo compartilhar a cidade de Salvador, mostrar novos lugares, desbravar inúmeros cantinhos e sobretudo, conectar histórias! A vida lá fora é mágica e nós vamos desfrutar a nossa cidade junto com você, vamos fazer o Nosso Auê!


WhatsApp: (71) 98836-3724

contato@nossoaue.com

Rua Fernando José Guimarães Rocha, 35, Imbuí. Salvador – Bahia

© Copyright Nosso Auê 2020. Todos os direitos reservados