14/11/2019 Salvador26°C

Saiba como um grupo de baianos levou crianças negras para assistir Pantera Negra nos cinemas

Grupo de jovens levou crianças carentes ao Cinema com proposta educativa e de representatividade social

Há um consenso popular muito dito, mas pouco praticado, que cada cidadão pode reunir forças para realizar pequenas ações e melhorarem a vida do próximo. O Nosso Auê virá sempre mostrar atitudes que valeram a pena e que representaram algo importante para as pessoas, e dessa forma, trazemos a história idealizada por um grupo de jovens, com o objetivo de levar crianças negras a se sentirem heróis e heroínas. Vamos falar abaixo sobre a ação, após conversar com um dos membros do projeto, o fotógrafo e videomaker negro, Rafael Ribeiro (instagram.com/rafaelcoala).

1- Conta pra gente como surgiu a ideia do projeto, como foi realizado todo o processo até sua execução e qual a sensação após o evento.

RR: Eu criei uma publicação no facebook sobre a importância do filme Pantera Negra, que aborda temas sobre a comunidade negra e mostra-os fora da cultura eurocêntrica, num ponto de vista que foge do estereótipo marginalizado, como é visto em outros heróis como Raio Negro e Luke Cage. Queria mostrar isso para crianças e adolescentes que geralmente não tem condições de ir ao cinema. Naquele momento, Ivan e Jayder se interessaram em ajudar e fomos buscar parceria com alguma instituição para selecionar os jovens. Durante essa procura, a professora Iara Canuto veio até nós e informou que tinha interesse em levar os alunos do colégio municipal Suzana Imbassahy. A partir daí fomos atrás do local, e o Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha, que através de seu escritório em São Paulo, colocou-se a disposição em oferecer uma sala para exibir o filme.

Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha

RR: Fizemos uma campanha de arrecadação que resultou na quantia de R$2.583,45, usados para proporcionar toda a estrutura aos alunos, como o transporte (3 ônibus) e a alimentação (sucos de caixa, 43 kilos de bananas e maçãs, além de embalagens para por o kit lanche). Além disso, a loja Recanto da Fazenda forneceu 270 esfirras para os alunos. Vale ressaltar que o valor arrecadado não foi todo utilizado e será utilizado em alguma outra ação.

Maçãs oriundas do dinheiro arrecadado

RR: O evento aconteceu no dia 14/03 às 10h e contou com a presença de 135 crianças. E além das pessoas e empresas que participaram de alguma forma, agradeço também ao corre de Yasmin Reis e Edvaldo Santos Jr no registro, brigadão!  Assim como no filme Wakanda se abriu para ajudar o mundo, nós nos abrimos para ajudar também. Porque Wakanda é aqui, é Salvador, é Bahia, é Nordeste, é Africa e somos nós. Aos alunos, isso foi para vocês.

 

Carlos Sena

Soteropolitano, Relações Públicas de formação, da política ao mundo privado como experiência e cervejeiro apaixonado por futebol, comida de boteco e muita pimenta!


Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =


Sobre o Nosso Auê

Somos um novo portal que tem como objetivo compartilhar a cidade de Salvador, mostrar novos lugares, desbravar inúmeros cantinhos e sobretudo, conectar histórias! A vida lá fora é mágica e nós vamos desfrutar a nossa cidade junto com você, vamos fazer o Nosso Auê!


Whatsapp: (71) 98836-3724

contato@nossoaue.com

Rua Fernando José Guimarães Rocha, 35, Imbuí. Salvador – Bahia


Facebook


Instagram

Something is wrong.
Instagram token error.

© Copyright Nosso Auê 2019. Todos os direitos reservados